Login Register
A+ A A-

A Páscoa e seus Símbolos

Para nós cristãos, a Páscoa é a festa mais importante que existe. E por isto que aproveitamos a oportunidade para celebrar com muito entusiasmo a Ressurreição de Cristo entre as crianças de nossas creches.

 

simbolos

Painel de entrada de nossas
creches, transmitindo o verdadeiro
significado da Páscoa.

Em sala de aula, as educadoras desenvolvem atividades específicas transmitindo o valor real da Páscoa. Ali é trabalhado cada símbolo – o ovo de páscoa, o coelhinho, mas também o cordeiro, a ceia, a cruz. Tudo é minuciosamente explicado, numa linguagem adequada e com atividades lúdicas e dinâmicas.

Ao final da semana especial de Páscoa, celebramos uma linda festa, onde as crianças participam com alegria, levando para casa uma lembrancinha recheada com bombons de chocolate.

Com isto, temos convicção de que uma boa semente tem sido plantada nos coraçõezinhos de nossas crianças que automaticamente, tem alcançado os lares, as famílias.
Aproveitamos a oportunidade para agradecer a todos que participaram da arrecadação dos bombons, experimentando o gostinho da “doação”. Agradecemos:

- À Igreja Comunidade da Graça – Sede
- À Igreja Comunidade da Graça de Ermelino Matarazzo
- Ao Colégio da Comunidade
- Ao Colégio Dinâmico
- Ao Colégio Integrar
- Aos demais participantes voluntários

 

“Ele não está aqui, ressuscitou, como tinha dito...” Mateus 28:6a



Feliz Páscoa à todos! Feliz Ressurreição com Cristo!


Conheça sobre os símbolos da Páscoa...

 

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a RESSURREIÇÃO de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas. O nome páscoa surgiu a partir da palavra hebraica "pessach" ("passagem"), que para os hebreus significava o fim da escravidão e o início da libertação do povo judeu.
É considerada a festa das festas, a solenidade das solenidades, e não se celebra dignamente senão na alegria. Em tempos antigos, no hemisfério norte, a celebração da páscoa era marcada com o fim do inverno e o início da primavera. Tempo em que animais e plantas aparecem novamente. Os pastores e camponeses presenteavam-se uns aos outros com ovos.


Ovos de Páscoa

ovoDe todos os símbolos, o ovo de páscoa é o mais esperado pelas crianças.
Nas culturas pagãs, o ovo trazia a idéia de começo de vida. Os povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa sorte. Os chineses já costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida.
Os cristãos primitivos do oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando a ressurreição, o nascimento para uma nova vida. Nos países da Europa costumava-se escrever mensagens e datas nos ovos e doá-los aos amigos. Em outros, como na Alemanha, o costume era presentear as crianças. Na Armênia decoravam ovos ocos com figuras de Jesus, e outras figuras religiosas.
Pintar ovos com cores da primavera, para celebrar a páscoa, foi adotado pelos cristãos, nos século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos.
A substituição dos ovos cozidos e pintados por ovos de chocolate, pode ser justificada pela proibição do consumo de carne animal, por alguns cristãos, no período da quaresma.
A versão mais aceita é a de que o surgimento da indústria do chocolate, em 1830, na Inglaterra, fez o consumo de ovos de chocolate aumentar.


O Coelho

coelhoO coelho é um mamífero roedor que passa boa parte do tempo comendo. Ele tem pêlo bem fofinho e se alimenta de cenouras e vegetais. O coelho precisa mastigar bem os alimentos, para evitar que seus dentes cresçam sem parar.
Por sua grande fecundidade, o coelho tornou-se o símbolo mais popular da Páscoa. É que ele simboliza a Igreja que, pelo poder de Cristo, é fecunda em sua missão de propagar a Palavra de Deus a todos os povos.


O Cordeiro

ovelhaO cordeiro é o símbolo mais antigo da Páscoa, é o símbolo da aliança feita entre Deus e o povo judeu na páscoa da antiga lei. No Antigo Testamento, a Páscoa era celebrada com os pães ázimos (sem fermento) e com o sacrifício de um cordeiro como recordação do grande feito de Deus em prol de seu povo: a libertação da escravidão do Egito. Assim o povo de Israel celebrava a libertação e a aliança de Deus com seu povo.
Moisés, escolhido por Deus para libertar o povo judeu da escravidão dos faraós, comemorou a passagem para a liberdade, imolando um cordeiro.
Para os cristãos, o cordeiro é o próprio Jesus, Cordeiro de Deus, que foi sacrificado na cruz pelos nossos pecados, e cujo sangue nos redimiu: "morrendo, destruiu nossa morte, e ressuscitando, restituiu-nos a vida". É a nova Aliança de Deus realizada por Seu Filho, agora não só com um povo, mas com todos os povos.


O Pão e o Vinho

ceiaO pão e o vinho, sobretudo na antiguidade, foram a comida e bebida mais comum para muitos povos. Cristo ao instituir a Eucaristia se serviu dos alimentos mais comuns para simbolizar sua presença constante entre e nas pessoas de boa vontade. Assim, o pão e o vinho simbolizam essa aliança eterna do Criador com a sua criatura e sua presença no meio de nós.
Jesus já sabia que seria perseguido, preso e pregado numa cruz. Então, combinou com dois de seus amigos (discípulos), para prepararem a festa da páscoa num lugar seguro.
Quando tudo estava pronto, Jesus e os outros discípulos chegaram para juntos celebrarem a ceia da páscoa. Esta foi a Última Ceia de Jesus.
A páscoa judaica lembra a passagem dos judeus pelo mar vermelho, em busca da liberdade.

Hoje, comemoramos a páscoa lembrando a jornada de Jesus: vida, morte e ressurreição.


A Cruz

cruzRepresenta o sofrimento de Cristo e sua RESSURREIÇÃO. Ela não é só o símbolo da Páscoa, mas do cristianismo.

Twitter Vimeo Facebook

© 2014 | Fundação Comunidade da Graça. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por dinbrasil

Login

Register

User Registration
or Cancelar