Primeiro filho: cuidados essenciais da fase infantil

Primeiro filho: cuidados essenciais da fase infantil

Para os pais de primeira viagem é muito comum visitar seu filho, enquanto dorme, de cinco em cinco minutos para saber se está respirando. Uma atitude compreensível, porém, existem outros vilões que, as vezes sem conhecimento, colocamos no berço da criança, ou até mesmo algumas atitudes negativas que tomamos e levam à Síndrome da Morte Súbita Infantil, que é quando um bebê aparentemente saudável morre sem explicação.

Nesse texto falaremos sobre algumas atitudes que devemos evitar e práticas que devemos realizar durante essa maravilhosa fase dos pequenos. Até porque, não queremos que essas “atitudes bobas” estraguem essa fase da vida.

Para que seu bebê tenha uma ótima noite de sono, e você também, saiba que a forma correta dele dormir, de acordo com a Academia Americana de Pediatria e Ministério da Saúde brasileira, é com a barriga para cima – jamais coloque o seu bebê com a barriga para baixo, porque corre o risco dele engasgar ou não conseguir respirar.

A academia recomenda que os espaços para dormir devem ser livres de brinquedos e roupas de cama macias, incluindo cobertores e amortecedores para dormir. Deve-se escolher um colchão firme - nem mole, nem duro demais. De acordo com um estudo publicado na revista Pediatrics, 74% das crianças de 0 a 3 meses tinham algo na cama quando morreram.

Já para seu relacionamento com o bebê, daremos algumas dicas:

- Evite que ele entre em contato com a fumaça do cigarro, ou outras substancias prejudiciais à saúde;
- Amamente. O contato da criança com a mama da mãe ajuda no sistema respiratório e traz benefícios vitamínicos essenciais à sua saúde;
- Tome cuidado em levar o seu filho para dormir na cama com você, o pediatra e neonatologista Jorge Huberman, do Instituto Saúde Plena e do Hospital Albert, diz que: “É um perigo. Os pais irão dormir também e podem sufocar o filho”.

Portanto, esteja sempre informado sobre o cuidado com o bebê. Principalmente, não deixe de buscar a ajuda de um especialista. Com boas práticas diárias e cuidado com o seu filho, com certeza, ele crescerá saudável e longe de perigos infantis.

Referências:
Pediatra e neonatologista Jorge Huberman - http://coisademaenova.blogspot.com/2015/
Revista Pediatrics - https://www.jpeds.com/

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Contato

  • (11) 2672.1200
  • fcg@fcg.org.br
  • Rua Salvador do Vale, 9
  • Vila Formosa - São Paulo